Como faço para tirar as medidas do kilt?

 

Desenvolvemos um método simples e prático para a obtenção da medida para a confecção de seu kilt.

Utilize sua calça jeans predileta, aquela que você mais gosta de usar, que você se sente confortável.

Deixe-a fechada no botão e no zíper, coloque ela apoiada em uma mesa ou cama e meça a largura na linha do cós, como mostrado abaixo. Poderá ser utilizada uma régua ou uma trena ou uma fita métrica:

A seguir, reúna as seguintes informações:

– número da calça jeans
– largura que você mediu
– sua altura
– seu peso

Com essas informações, o seu kilt ficará perfeito!

Como faço para comprar um kilt?

 

A aquisição de nossos kilts é feita diretamente pelo site da X-Kilts, onde existe um formulário de contato, efetuamos o orçamento e lhe enviamos via e-mail.

Ou pode nos contatar pelo WhatsApp (11) 98548-2299, informando:

Seu nome, endereço completo (com CEP), número de sua calça jeans, sua altura e seu peso.

Com essas informações, lhe enviaremos o orçamento. Aí, basta você nos responder, informando seu interesse na compra, e lhe enviaremos o boleto bancário para pagamento em qualquer banco.

Como são as medidas de um kilt?

 

Os kilts são feitos individualmente, por encomenda. Ou seja, não utilizamos medidas-padrão. Solicitamos as medidas de cintura, quadril e comprimento (da cintura aos joelhos) de cada cliente. Além disso, também pedimos o número de sua calça jeans e seu peso e altura.

Ou pode ser utilizado o método da largura da calça, obtendo a medida conforme apresentado abaixo:

Todas essas informações reunidas nos dão os parâmetros para a confecção do kilt.

Porém, por serem ajustáveis, apenas o número de sua calça, peso e altura são suficientes para a confecção de um kilt, sem problema algum. Mas, pelo menos essas informações são essenciais, tanto para a confecção quanto para a determinação do preço do kilt, que varia conforme o tamanho.

Observamos que, mesmo sendo feito apenas com base no número da calça jeans, os kilts são ligeiramente diferentes (por exemplo, o cliente pode usar uma calça tamanho 40 e medir 1,70m e outro cliente, também de calça 40, medindo 1,80m). Isso irá determinar o melhor comprimento do kilt, o qual, tradicionalmente é até os joelhos, podendo ser mais compridos (questão de preferência). Nunca acima dos joelhos!!! Assim, o corte fica diferente, pela customização.

O kilt tem bolso?

 

Uma grande novidade para 2019 é a inclusão de um bolso em nossos kilts!

Com as características da vida urbana contemporânea, onde temos coisas para carregar e estar sempre à mão, como a carteira, smartphone e chaves, criamos um modelo de bolso discreto, para que seja fácil sua utilização.

O bolso fica no under apron, ou seja, não fica visível. Com isso, o kilt continua com o mesmo formato!

O que são esses termos em inglês referentes aos kilts?

 

Bom, vamos lá:

Com que tipo de roupa posso usar meu kilt? Kilt combina com o quê?

 

Esta é uma questão muito simples: kilt combina com tudo! Mesmo!

Vai pra praia? Use o kilt no lugar da bermuda. Churrasco com os amigos? Idem. Balada? Kilt!

Formatura, casamento? Use o kilt em vez de calças.

Sem dúvida, é um traje extremamente versátil. E isso não é exagero. Realmente, já tivemos encomendas para todos esses tipos de eventos.

Vai ao supermercado? Pra que bermuda? (Sim, nós homens vamos ao supermercado, nem que seja para comprar cerveja… ou, no mínimo, acompanhar nossas namoradas ou esposas…)

Quanto ao calçado: vai de seu gosto pessoal e o que o evento pede. Pode ser tênis, chinelo, sapato social, bota, coturno, sandálias diversas… É simples assim.

Meias: irão variar de acordo com o tipo de calçado e seu estilo próprio. Os escoceses e irlandeses usam meias compridas, esticadas. Uma situação mais informal poderia pedir meias encolhidas. Ou nada de meias! Gosto pessoal…

Camisa ou camiseta ou colete ou paletó…: vale a “regra” dos calçados e das meias. Ou sem camisa (lembra do exemplo da praia?).

Chapéu: porque não? Ou boné, ou lenço, ou bandana…

Não há limites! A atitude é sua!

(Com ou sem cueca? Escoceses não usam…)

Quero presentear meu marido (ou namorado ou amigo) com um kilt. Eu posso?

 

Sim. Sem problema algum. Lembramos apenas a questão das medidas, pois no caso de se fazer surpresa, ficará um tanto estranho medir cintura e quadril do presenteado (lol).

Porém, o número da calça jeans, o peso e a altura dele já serão suficientes.

Quanto tempo demora para eu receber meu kilt?

 

Após a emissão do boleto bancário (o qual pode ser pago em qualquer banco), o pedido está no aguardo apenas do pagamento para se confirmar.

Com o pagamento realizado (sendo que recebemos a informação diretamente do banco, após a compensação do pagamento), entramos em contato com você sobre o fato e, a partir daí, são 10 dias úteis para a confecção e postagem de seu kilt. Observamos que, quando você efetua o pagamento de forma agendada, somente na data agendada é que o pagamento é confirmado. E o prazo para a confecção começa a contar a partir daí.

Esse prazo poderá variar caso o kilt seja customizado de alguma forma. Mas, tudo é explicado de forma transparente.

Quanto custa um kilt?

 

O kilt custa a partir de R$ 326,00 + a postagem via SEDEX.

O preço irá variar conforme alguns fatores: tamanho do kilt (exemplificando, um kilt para alguém que usa uma calça tamanho 40 é mais barato do que um kilt de quem usa uma calça tamanho 48 – isso porque, diferentemente de uma calça, as pequenas diferenças de número implicam em uma quantidade muito maior de tecido e consequentemente, demandam um tempo de trabalho maior, com mais costuras, etc.).

Apenas observe que o kilt é ajustável, mas não significa que pode ser usado por qualquer tamanho de pessoa. A grosso modo, um “número 40″ de kilt não é “número 38″ nem “número 42″. O ajuste não varia tanto sem perder a forma do kilt.

Quantos modelos de kilt são feitos?

 

Atualmente, temos apenas o modelo All Black, mas estamos desenvolvendo novos modelos que serão disponibilizados em breve. A base é sempre a mesma, de origem celta-escocesa, mas com uma característica atual e urbana, com fivelas táticas para ajuste de cintura e quadril, pleats permanentes e passadores de cinto. E agora, com bolso no under apron!!!

E kilts com padronagem tartan (xadrez)?

 

Esta é uma questão também complicada. Em nosso país, tecidos com padronagem tartan existem em grandes quantidades, pois o xadrez nunca sai de moda.

Porém, o kilt não pode ser confeccionado com qualquer tipo de tecido. E é aí onde entra o problema: praticamente inexistem no Brasil tecidos com padronagem tartan que possam ser utilizados em kilts.

Tecidos como flanela, por ser de algodão, não são apropriados, pois são muito leves, desbotam muito facilmente e encolhem. Tecidos como oxford são muito leves e sem uma textura adequada.

Assim, até que um dia, quem sabe, tenhamos mais opções (principalmente lã pura), não mais oferecemos kilts com padronagem tartan.

O kilt pode ser customizado?

 

Sim, em alguns casos.

Por uma questão de opiniões e gostos pessoais de nossos clientes, as cores apresentadas no formulário refletem os tecidos mais encomendados. Ou seja, temos sempre em estoque aquelas cores.

Mas, suponhamos que um cliente queira um kilt amarelo: sim, pode ser feito. Porém, com um custo maior, pois a aquisição do tecido seria exclusiva para aquele cliente.

Outros detalhes: o kilt tem um comprimento tradicional até os joelhos, mas o cliente gostaria de um kilt mais comprido. Por ser fora do padrão, isso também é customização, para a qual também será incluído um valor a mais.

Cada situação é avaliada isoladamente.

O kilt pode ser feito para mulheres?

 

Esta é uma questão complicada. Em um primeiro momento, sim, podem ser feitos. Porém, a formatação de um kilt é voltada para um corpo masculino, o qual possui músculos, é mais “reto”.

As mulheres possuem curvas, a diferença entre cintura e quadril normalmente é muito grande, pois o bumbum é sempre mais arredondado, mais cheinho.

Assim, é arriscado um kilt para mulheres: o caimento pode ficar comprometido, pois não temos como fazer um kilt que fuja de sua essência básica…

Vou em uma festa à fantasia e gostaria de usar um kilt. Posso?

 

Claro! Porém, enfatizamos que os kilts da X-Kilts não são fantasia. São roupas de verdade, para serem usadas em situações reais, das mais diversas.

Como lavar e conservar meu kilt?

 

Um kilt possui muitos metros de tecido. Devidamente costurados, claro. Porém, não é recomendada a sua lavagem em máquinas de lavar. Melhor, repetimos até com mais ênfase: não lave seu kilt em máquinas de lavar.

Corre-se o risco de haver esgarçamento do tecido, no mínimo. Não que se trata de uma roupa frágil, mas um kilt tem muito mais costuras que uma calça! Então, com o vaivém da máquina, alguma coisa pode dar errado…

Por outro lado, temos uma grande vantagem quanto aos kilts: seu tecido é de fácil lavagem à mão, pois não retém sujeiras profundas. Recomendamos o uso de sabões neutro ou de coco, o que é perfeitamente apropriado para sua limpeza e higienização. Ao final do processo, utilize um amaciante do seu gosto (o amaciante possui duas utilidades interrelacionadas, amaciar e retirar resíduos de sabão).

Também pode ser contratado o serviço de uma lavanderia.

Um diferencial da X-Kilts: nossos kilts são confeccionados com pleats permanentes. Cada prega do kilt é costurada individualmente, de forma a fazer com que o mesmo nunca perca sua forma.

Isso ajuda na hora de passar a ferro. Ou até mesmo não passar! (Questão de gosto e/ou necessidade…)

Para guardá-lo no guarda-roupa: utilize cabides para saia (aqueles com prendedores). E pronto!

É normal usar kilt?

 

Respondemos com outra pergunta: por que não seria normal?

Nossa cultura ocidental, ao longo dos anos, perdeu muito da origem dos trajes usados pelos homens. Em dado momento, alguém “determinou” que calças são para homens e saias são para mulheres. Pronto.

Mas, no mínimo, duas questões podem ser levantadas aí: as mulheres só usam saia? Anatomicamente, quem estaria mais propenso a usar uma roupa sem bifurcação? Pense bem: homens tem “algo a mais”, que pode ser incomodado pelo uso de calças…

É claro que não se trata de abolir o uso de calças! Afinal, atualmente existem tantos modelos diferentes, que proporcionam maior conforto.

O que ficou pra trás é apenas a origem das roupas. Há muitos anos, roupas “sem pernas” eram a melhor opção de vestimenta, tanto pela praticidade na confecção quanto na questão anatômica (imagina uma toalha em volta de sua cintura após o banho… é muito confortável). Pra dizer a verdade, a calça só é prática para andar a cavalo… Creio que essa necessidade de cavalgar começou a dominar a necessidade de vestimentas masculinas que deixem suas partes íntimas em menor contato possível com o “mundo exterior”. (Mas, se você não anda a cavalo…)

Seguindo essa linha, observe que em muitos filmes de época, as mulheres com seus longos vestidos, ao andar a cavalo, se sentavam lateralmente… Enfim…

A questão das mulheres: um homem de kilt certamente desperta a curiosidade das mulheres. Em diversos sentidos. Indo até mais longe: as mulheres é que “determinam” o que os homens devem ou não vestir. Temos clientes que ganharam kilt de suas esposas/namoradas! Assim como clientes que se casaram usando kilt!

A imposição do não uso de roupas sem bifurcação por homens, seja pela sociedade, seja pelas mulheres, é uma tirania! Pense nisso: a atitude é sua!